Sete Ocorrências Da Sua Vida Que Sabotam A Dieta (e Você Nem Imagina!)

Sete Ocorrências Da Tua Vida Que Sabotam A Dieta (e Você Nem Imagina!)


Pare, respire e tente responder a uma pergunta que parece claro: o que faz você engordar? Você gosta de vir em moradia e pensar: “Hoje o dia foi puxado, todavia eu dei conta! A gente se sente superpoderosa. Entretanto tem horas em que o universo corporativo massacra. Superar com o sentimento de falta de tempo e de sobrecarga é o mais complexo.


O alimento surge como recompensa”, diz a psicóloga Natércia Tiba, de São Paulo, autora de Mulher sem Script (Integrare Editora). Se você trabalha além da medida, surge a culpa por não dedicar mais atenção à família ou aos amigos. Acaba se privando de dirigir-se à academia ou ao cinema. Pula refeições e se esquece até de fazer xixi! Deste modo, na hora em que consegue a pausa para o sonhado cafezinho, se presenteia com um brigadeiro”, aponta Natércia.


Este mimo não se materializa só por gulodice ou carência: “O cansaço, físico ou mental, nos leva a consumir mais, essencialmente doces”, explica a psicóloga Maria Marta Ferreira, de Curitiba, autora de Psicologia do Emagrecimento (Editora Revinter). Interromper este modo de autossabotagem pede mais do que fazer escolhas saudáveis. Necessita de a sabedoria de que a comida não vai solucionar as nossas angústias e de que é preciso fazer alterações - pequenas, como planejar as refeições para impedir ataques à geladeira depois de um dia tenso.


No encerramento de semana, irá ao mercado, compre alimentos saudáveis e deixe tudo semipronto. Entre as grandes modificações, talvez a mais profunda seja investir em autoconhecimento. Vivemos um tempo em que trabalhar muito é chique, entretanto felizmente início a acompanhar um movimento maduro contrário a essa tendência.” E você, de que lado quer estar? A incerteza enfim puxou a sua cadeira e você foi desligada em um corte de custos.


A falta de emprego está afastado de querer dizer calmaria: a aflição dispara e as realizações ficam congeladas. Diante da pressão pra descobrir uma nova oportunidade profissional, a mulher se coloca em último plano. Retirar um tempo para si parece falso. Resistir a guloseimas, impossível”, avalia a psicóloga Natércia Tiba. Mesmo que você esteja em moradia fazendo contatos e enviando currículos, procure conservar uma rotina alimentar, com horários certos para comer (no máximo a cada 3 horas) e de forma saudável.


Facilita o caso de que, nesta fase, a maioria sente necessidade de controlar os gastos. Deste modo, é hora de fazer as melhores possibilidades com a fatia do orçamento que você reservou para a alimentação”, orienta a nutricionista Ana Claudia Montezino, de São Paulo. Ao invés doces calóricos, compre frutas mais adocicadas, como banana, manga e mamão, que têm grande teor de frutose (açúcar natural da fruta) e ajudam a retirar a vontade de chocolate.


Substitua as oleaginosas mais caras por uma xícara de café de amendoim, que sai mais em conta e é abundante em nutrientes. Na hora do lanche, prefira pães integrais, que saciam mais, e recheie-os com frios leves e salada pra aprimorar a característica da refeição. Tenha em mente: a fase do desemprego vai passar - e você vai precisar caber nas roupas sociais que tem!


Você vai para um território incrível e quer desbravar tudo, o que acrescenta, claro, as delícias locais. Vamos supor que Paris esteja no teu roteiro: comer um croissant é uma responsabilidade turística, certo? No momento em que os pacientes perguntam como se comportar em viagens dessa forma, digamos, saborosas, a nutricionista Ana Montezino sugere um combo de moderação e dado. Moderação ou seja: na Bahia, não deve comer acarajé todo dia.


Faça a lei da contrapartida: exagerou hoje, contenha-se amanhã. Outra ideia esperta é valorizar a especialidade do ambiente e reduzir o restante. No teu destino há ótimos queijos e vinhos? Capriche nas frutas no café da manhã e invista nas saladas no almoço pra desta vez se deliciar sem responsabilidade no jantar. É com pequenas atitudes no dia a dia que construímos um comportamento magro, mais saudável e mais capaz do que pular de dieta em dieta”, afirma a psicóloga Maria Marta Ferreira, de Curitiba.



Você também pode combinar com as amigas: em que momento se servir de opções saudáveis, fotografe e envie pra elas. Em geral, as pessoas clicam pratos sofisticados e gordos, mas nesse lugar a proposta é outra: elaborar uma rede de suporte à tua dieta”, explica Ana Montezino. A chef Luiza Hoffmann, de São Paulo, conta com os amigos para compartilhar refeições e petiscos menos calóricos nas viagens de férias em grupo. Entretanto, se eles pedem uma porção de camarão empanado, eu pego só um e irei doar uma voltinha”, conta.



  • Após quartenta e oito horas, o paladar e o olfato melhoram

  • 1 de 2

  • Bananas para o Café da Manhã

  • Opção 2: Dois pêssegos


Como Te Ajuda A Perder Barriga?

Uma boa notícia para que pessoas está com o pé nas férias: “Quando relaxamos, nosso corpo humano naturalmente diminui a realização de cortisol, o hormônio do stress. Fica menos difícil regular o peso. Ademais, a tendência é que você se movimente mais e, dessa forma, aumente a queima de calorias”, lembra a nutricionista. Você e ele enfrentam maratonas de Netflix ante o edredom.


Britânico Reverte Diabetes Com Dieta De Só onze Dias

Com direito a pipoca, tacinha de vinho, bombom… Depois, ainda saem juntos pra jantar. Juntem o vantajoso ao agradável e busquem receitas fit para fazerem juntos. Vocês vão encontrar um hobby e uma nova forma de se classificar com a comida. Um pé torcido, uma operação estética… Independentemente do fundamento, o repercussão é o mesmo: você precisará passar um estágio longínquo do box de crossfit ou com o mat de ioga estacionado no armário.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *